Publicado em Deixe um comentário

NOVENA AO SAGRADO CORAÇÃO

Sagrado Coração de Jesus

1º Dia

Ó Coração amável de Jesus, Coração puríssimo e santíssimo, todo cheio de amor, Coração em que reinam todas as perfeições e virtudes; Vós mereceis o amor de todos os corações. Ah! Meu Jesus! Destruí no meu coração todas as afeições que o impedem de ser todo Vosso. Eu Vos amo, ó meu Jesus, e não quero amar, senão a
Vós.

Para Cada Dia:

Pai Nosso, Ave-Maria, Glória.

Eterno Pai eu vos ofereço o Coração de Jesus Cristo, vosso amado Filho, assim como ele se ofereceu ele mesmo em sacrifício por mim. Recebei esta oferenda que vos faço, como também todos os desejos, todos os sentimentos, todas as afeições, todos os movimentos, todos os atos deste Sagrado Coração. Eles são meus, porque ele se imolou ele mesmo por mim e eu quero d’ora em diante não desejar senão a ele somente. Recebei-os em satisfação por meus pecados e em ação de graças pelos vossos benefícios. Recebei-os e dai-me pelos seus méritos, todas as graças que me são necessárias, e sobretudo a graça da perseverança final. Recebei-os como todos os atos de amor, de adoração, de louvor que eu ofereço à vossa divina majestade, porque é pelo coração de Jesus que vós podeis ser dignamente honrado e glorificado. Amém.

V. Doce Coração do meu Jesus,
R. fazei que Vos ame cada vez mais.
V. Coração de Jesus abrasado em nosso amor.
R. Inflamai o nosso coração de amor a Vós.

Oremos: Ó Deus, que no Coração de Vosso Filho, ferido por nossos pecados, Vos dignais prodigalizar-nos os infinitos tesouros do amor, nós Vos rogamos que, rendendo-lhe o preito de nossa devoção e piedade, também cumpramos dignamente para com Ele o dever de reparação. Pelo mesmo Cristo Senhor nosso. Amém.

2º Dia

Ó Coração de Jesus, Coração inflamado de amor para com os homens, ah! Porque é que eles Vos correspondem tão mal e só com desprezo Vos tratam? E eu também fui do número desses ingratos que não Vos sabem amar! Não permitais que para o futuro viva ainda esquecido do Vosso amor.

3º Dia

Ó Coração de Jesus, desejoso de ser amado, Coração que achais Vossas delícias em ser amado pelos homens, eu merecia, pelos meus pecados, viver privado da Vossa graça; mas vejo que ainda continuais a pedir-me o meu amor; fazei que sempre Vos ame um pecador que muito Vos tem ofendido.

4º Dia

Ó Coração aflito de Jesus, detesto o que Vos desagrada. Daime tal horror ao pecado que tenha medo até das mais leves faltas unicamente porque Vos desgostam a Vós que sois digno de amor infinito. Concedei-me a graça, meu amável Salvador, de sempre me dirigir a Vós com esta súplica: ó meu Jesus, dai-me o Vosso amor.

5º Dia

Ó Coração misericordioso de Jesus, quando me achava na desgraça, Vossa bondade me iluminou e me ofereceu o perdão; concedei-me a graça de chorar por meus pecados e de desejar o Vosso amor. Ah! Não deixeis, ó meu Jesus, de ter piedade de mim. A misericórdia que Vos peço é que me comuniqueis luz e força para que nunca mais Vos seja ingrato.

6º Dia

Ó Coração generoso de Jesus, está no Vosso poder tornar o meu coração inteiramente Vosso. De mim mesmo nada tenho e nada posso; mas Vós me destes um coração que pode e deseja amar-Vos. Fazei, pois, ó meu Jesus, que de hoje em diante a Vossa santa vontade seja a única regra de todos os meus pensamentos, desejos e ações.

7º Dia

Ó Coração reconhecido de Jesus, tenho-me mostrado sempre reconhecido às criaturas, ao passo que só para convosco tenho sido ingrato. Amável Jesus quero agora amar-Vos sobre todas as coisas e mais que a mim mesmo; o resto da minha vida, quero empregá-lo unicamente em Vos amar, ó bem supremo da minha alma. Fazei que conheça a Vossa santa vontade e pronto estou para tudo, com o socorro de Vossa graça.

8º Dia

Ó Coração desprezado de Jesus, abismo de misericórdia e de amor! Ah! Não permitais que para mim as Vossas dores sejam como que perdidas. Lembrai-Vos, ó meu Jesus, das lágrimas e do sangue que derramastes por meu amor e perdoai-me. Fazei que eu morra para mim mesmo a fim de viver unicamente para Vós numa vida fervorosa por Vosso santo amor.

9º Dia

Ó Coração de Jesus, fiel para com aqueles que chamais ao Vosso amor, quantas vezes, depois de ter prometido ser todo Vosso, não Vos neguei o meu amor! Reconheço a minha ingratidão e detesto-a sinceramente; inflamai meu pobre coração no fogo daquele amor em que o Vosso está abrasado por mim. Ó Maria, Mãe do belo amor, ajudai-me a amar o Vosso Filho Jesus.

PARA O DIA DA FESTA:
SEXTA FEIRA APÒS A OITAVA DE CORPUS CHRISTI

Ato de Consagração Pessoal ao Sacratíssimo Coração de Jesus
(São Claudio de la Colombière e Santa Margarida Maria Alacoque)

COMO REPARAÇÃO a tantos ultrajes e a tão cruéis ingratidões, ó Coração adorável e amabilíssimo de meu amável Jesus, eu Vos ofereço meu coração com todos os movimentos de que ele é capaz.

Dou-me inteiramente a Vós e, a partir de agora, protesto sinceramente que quero esquecer inteiramente de mim mesmo, para destruir o obstáculo que poderia me impedir a entrada nesse Coração divino que Vós tivestes a bondade de me abrir, e onde desejo estar para aí viver e morrer com vossos servidores mais fiéis, inteiramente penetrado e abrasado por vosso amor.

Sagrado Coração de Jesus, ensinai-me o esquecimento perfeito de mim mesmo, pois é a única via por onde se pode chegar a Vós. Já que tudo o que farei de agora em diante será vosso, fazei que eu só faça o que seja digno de Vós.

Ensinai-me o que devo fazer para chegar à pureza de vosso amor, do qual Vós me haveis inspirado o desejo. Sinto em mim uma grande vontade de Vos agradar e uma imensa impossibilidade de faze-lo sem uma luz e um socorro muito particular, que só posso esperar de Vós.

Senhor, eu me oponho a Vós, sei-o bem, mais eu desejaria, parece-me, não me opor. Só Vós tudo podeis fazer, divino Coração de Jesus Cristo. Só Vós tereis a glória de minha santificação, se chego a ser santo, o que me parece claríssimo. Minha santificação será Vós uma grande glória, e é somente por isso que quero desejar a perfeição.

Eu, (__________), vos dou e consagro, ó Sagrado Coração de Jesus Cristo, a minha vida, as minhas ações, minhas penas e sofrimentos, para não querer mais servir-me de nenhuma parte do meu ser, senão para vos honrar, amar e glorificar. É esta a minha vontade irrevogável: ser todo vosso e tudo fazer por vosso amor, renunciando de todo o meu coração a tudo quanto vos possa desagradar!

Tomo-vos, pois, ó Sagrado Coração, por único Bem do meu amor, Protetor da minha vida, Segurança da minha salvação, Remédio da minha fragilidade e da minha inconstância, Reparador de todas as imperfeições da minha vida e meu Amparo seguro na hora da morte.

Sê, ó Coração de Bondade, a minha Justificação diante de Deus, Vosso Pai, para que desvie de mim a Sua justa Cólera.

Ó Coração de Amor, deposito em Vós toda a minha confiança, pois tudo temo de minha malícia e de minha fraqueza, mas tudo espero de Vossa Bondade. Extingui em mim tudo o que possa vos desagradar ou que se oponha à vossa Vontade.
Seja o vosso puro Amor tão profundamente impresso em meu coração, que jamais possa eu vos esquecer nem me separar de Vós.

Suplico-vos que o meu nome seja escrito no vosso Coração, pois quero fazer consistir toda a minha felicidade e toda a minha glória em viver e morrer como vosso servo.

Amém.

Publicado em Deixe um comentário

Trintena a São José

São José

Ó amabilíssimo patriarca São José! Desde o abismo da minha pequenez e miséria contemplo-Vos com emoção e alegria da minha alma em Vosso trono do céu, como glória e gozo dos bem-aventurados, mas também como pai dos órfãos na terra, consolador dos tristes, amparador dos desvalidos, auxiliador dos anjos e santos diante do trono de Deus, de Vosso Jesus e de vossa Santa Esposa.

Por isso, eu, pobre, desvalido, triste e necessitado, a Vós dirijo hoje e sempre minhas lágrimas e penas, minhas súplicas e clamores da alma, meus arrependimentos e minhas esperanças ; e especialmente hoje, trago-Vos diante do Vosso altar e da Vossa imagem uma pena que consoleis, um mal que remedieis, uma desgraça que impeçais, uma necessidade que socorrais, uma graça que obtenhais para mim e para meus seres queridos.

E para comover-Vos e obrigar-Vos a ouvir-me e obter-me estas graças, Vo-las pedirei e demandarei durante trinta dias contínuos, em reverência aos trinta anos que vivestes na terra com Jesus e Maria e o farei urgente e confiantemente, invocando todos os títulos que tendes para compadecer-Vos de mim e de todos os motivos que tenho para esperar que não dilatareis ao ouvir minha súplica e remediar minha necessidade sendo tão certa minha fé em Vossa bondade e poder, que ao senti-la, Vos sentireis também obrigado a obter e dar-me ainda mais do que Vos peço e desejo.

Peço-Vos pela bondade divina que obrigou ao Verbo Eterno a encarnar-se e nascer na pobre natureza humana, como Filho de Deus, Deus homem e Deus dos homens.

Suplico-Vos por vossa ansiedade imensa ao sentir-Vos obrigado a abandonar a Vossa Santa Esposa.

Rogo-Vos por Vossa resignação dolorosíssima para buscar um estábulo e um presépio para palácio e manjedoura de Deus nascido entre os homens.

Imploro-Vos pela dolorosa e humilhante circuncisão de Vosso Jesus; e pelo Santo, Glorioso e Dulcíssimo nome que lhe impusestes por ordem do Pai Celeste.

Demando-Vos por Vosso sobressalto ao ouvir do anjo a morte decretada contra Vosso Filho Deus; Por Vossa obedientíssima fuga ao Egito, pelas penalidades e perigos do caminho, pela pobreza extrema do desterro e por Vossas ansiedades ao voltar do Egito a Nazaré.

Peço-Vos por Vossa aflição dolorosíssima de três dias, ao perder Vosso Filho e por Vossa consolação suavíssima ao encontrá-lo no templo; por Vossa felicidade inefável dos trinta anos que tivestes em Nazaré com Jesus e Maria sujeitos à Vossa autoridade e providência.

Rogo-Vos e espero pelo heroico sacrifício com que oferecestes a vítima de Vosso Jesus ao Deus Eterno, para a cruz e para a morte, pelos nossos pecados e nossa redenção.

Demando-Vos pela dolorosa previsão que fazíeis todos os dias ao contemplar aquelas mãos infantis perfuradas depois na Cruz por pregos agudos; aquela cabeça que se reclinava dulcissimamente sobre Vosso peito, coroada de espinhos; aquele divino corpo que apertáveis contra o Vosso coração, despido, ensanguentado e estendido sobre os braços da Cruz naquele último momento que lhe víeis expirar e morrer.

Peço-vos por Vossa dulcíssima passagem desta vida nos braços de Jesus e Maria, Vossa entrada no limbo dos Justos e ao fim nos céus.

Suplico-Vos por Vosso gozo e Vossa glória, quando contemplastes a Ressurreição do Vosso Jesus, sua subida e entrada nos céus, seu trono de Rei imortal dos séculos.

Demando-Vos por Vosso inefável júbilo, quando vistes sair do sepulcro a Vossa Santíssima Esposa ressuscitada, e ser assunta ao céu pelos anjos, coroada pelo Eterno e entronizada num sólio junto ao Vosso.

Peço-Vos e rogo-Vos confiantemente pelos Vossos trabalhos, penalidades e sacrifícios na terra e por Vossos triunfos, glórias e feliz bem-aventurança nos céus, com Vosso Filho Jesus e Vossa esposa Santa Maria.

Ó meu bom patriarca São José! Eu, inspirado nos ensinamentos da Santa Igreja, de seus Doutores e Teólogos, e no sentido universal do povo cristão, sinto em mim uma força misteriosa, que me alenta e obriga a pedir-Vos e suplicar-Vos e esperar que me obtenhais de Deus a grande e extraordinária graça que vou por diante da Vossa imagem e do Vosso trono de bondade e poder nos céus:

(Aqui se faz o pedido)

Obtende-me também para os meus e para os que pediram que rogue por eles, tudo quanto desejam e lhes é conveniente.

– Rogai por nós, ó glorioso patriarca São José.
– Para que sejamos dignos das promessas de Cristo.

OREMOS: Ó Deus, que em vossa inefável Providência escolhestes São José para esposo de Maria, Mãe do Vosso Filho, fazei que, venerando-o na terra como protetor, mereçamos tê-lo como intercessor nos céus. Por Nosso Senhor Jesus Cristo, Vosso Filho, na unidade do Espírito Santo. Amém.

Publicado em

A benção da Epifania do Senhor

A benção da Epifania do Senhor

Bênção do giz para abençoar a casa por ocasião da Epifania do Senhor

Por ocasião da Solenidade da Epifania, há um costume católico antigo de marcar com giz a porta de entrada das casas dos fiéis. Trata-se de consagrar a casa ao Senhor Jesus.

A Comunidade Católica Missionária Ignis, apresenta o ritual da Bênção da Epifania do Senhor

download pode ser feito abaixo gratuitamente. Aproveite!

Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Publicado em

Rosarium Corona Perfectorum

Rosarium Corona Perfectorum

O rosário da Bem-Aventurada Sempre Virgem Maria

“Enquanto tiver forças, rezarei o rosário; quando meus lábios não puderem pronunciá-lo, rezá-lo-ei com o coração” (São Paulo da Cruz)

Editado pela Comunidade Católica Missionária Ignis, ele traz as orações e meditações do rosário mariano em bilíngue (latim-português)

download pode ser feito abaixo gratuitamente. Aproveite!

Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Publicado em

Ofício da Imaculada Conceição

Ofício da Imaculada Conceição
Ofício da Imaculada Conceição

Ofício da Imaculada Conceição

O Ofício da Imaculada Conceição foi escrito no Século XV pelo franciscano Bernardino Bustis, e aprovado pelo Papa Inocêncio XI, em 1678. Devemos sempre dar graças. E nunca deixar de pedir a Deus o auxilio eficaz da Sua Mãe, sob esse nome de Imaculada Conceição.

A Comunidade Católica Missionária Ignis reza o Oficio da Imaculada aos sábados as 17hs em nossa página do instagram @comunidadeignis

download pode ser feito abaixo gratuitamente. Aproveite!

Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp